A incrível geração de mulheres empreendedoras que vem aí


Empreendedorismo Empreendedorismo feminino Mulher
30 nov 2017 | Sarah Santos


Elas abandonaram os afazeres domésticos para gerenciar o próprio negócio. Conheça a geração que abandonou o papel de coadjuvante para ser protagonista da sua própria história.

Atualmente, as mulheres ocupam 46% do mercado de trabalho, de acordo com o IBGE. O número apresenta um crescimento considerável em comparação à sociedade de algumas décadas atrás, onde a função da mulher se limitava a lavar, passar e cozinhar. Hoje, não se questiona mais a sua competência e produtividade. Mas ainda assim, a desigualdade de gênero dentro das empresas tira oportunidades e repete os mesmos valores de séculos atrás.

Desigualdade salarial

Segundo o IBGE de 2015, as mulheres recebem 70% do salário de um homem para exercer a mesma função, com a mesma formação. Ainda assim, elas exercem dupla jornada de trabalho, se considerar a maternidade e os serviços domésticos que culturalmente são realizados em predominância pelo gênero feminino.

 

Mulheres na liderança

A mesma pesquisa do IBGE aponta que atualmente 40% dos lares são chefiados por mulheres e esse número cresce cada vez mais. Com a frequência dos divórcios, na maior parte dos casos os filhos menores de idade ficam sob os cuidados da genitora, outro fator que empurra a mulher para o mercado de trabalho, afim de produzir e gerar sustento.

 

As vantagens de ter mulheres no mercado de trabalho

O Brasil é um dos países onde mais falta mão de obra qualificada, o que prejudica diretamente o seu desenvolvimento. Segundo pesquisa de 2013 do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o percentual de mulheres em cursos de graduação presenciais era de 55% e de alunas graduadas, 60%. Se o público feminino compõe a maioria de pessoas qualificadas no país, fica claro que se perde muito ao desvalorizá-las no mercado de trabalho.

 

É preciso formar mulheres empreendedoras

Atualmente, empreender é a melhor alternativa para exercer uma função sendo dona do seu próprio tempo. No cenário da jornada dupla, o empreendedorismo é uma boa forma de mulheres poderem trabalhar e dedicar determinado tempo aos afazeres domésticos.

A Rede Mulher Empreendedora mostrou três gatilhos onde o empreendedorismo se torna uma oportunidade para mulheres conciliarem sua vida pessoal com a profissional, nos seguintes sentidos:

  1. O desejo de engravidar ou de ficar mais próxima dos filhos e do cônjuge.
  2. A percepção de hostilidade do mundo corporativo com a maternidade.
  3. A resistência para assumir posições mais altas na carreira.

 

Perfil empreendedor

A ONG Endeavor atua internacionalmente no incentivo do empreendedorismo feminino e investigou o perfil da mulher empreendedora em 6.065 brasileiras. Acompanhe no infográfico:

O dado em ascensão apresenta uma nova demanda: daqui há alguns anos, as mulheres vão querer trabalhar meio período ou em horários flexíveis às suas atividades domésticas e familiares. A formação qualificada lhe permitirá essas mudanças e proporcionará oportunidades de criar o próprio cenário para adquirir lucro.

Também, o espaço para desenvolver suas vocações e encarar cargos de liderança espontaneamente, diferente do mundo corporativo, mostra o empreendedorismo como um caminho brilhante para a mulher.

A plataforma Eu Empreendo contribui para essa nova geração com a formação de meninas empreendedoras e empoderadas.


Uma Comentário

  1. lucimara disse:

    Boa noite!
    Meus agradecimentos,sensacional pensamento que irão me ajudar!

    Atenciosamente!
    Lucimara Alves.


Comente


Artigos Relacionados


Aprendizagem socioafetiva: o entusiasmo na educação

As habilidades socioafetivas são tão importantes quanto o aprendizado em português e matemática para compor uma sociedade com bons cidadãos. […]

A Ascenção e a queda de Sophia Amoruso, criadora de um império de vendas online

Estamos acostumados com histórias de empreendedores que começaram do zero e conquistaram seu espaço no mercado por meio de uma […]

Os Desafios da Coordenação de Escolas

A realidade de cada escola é bastante específica ao considerar aspectos pedagógicos, sociais e financeiros dos estudantes e suas famílias. […]


Conheça nossa Plataforma Gamificada de Inovação e Empreendedorismo